2498: Curgete Spaghetti

Não é nenhuma receita mas a prova de uma variedade de abóbora, usada na alimentação humana, de forma alongada, casca verde e polpa branca ou amarelada. (Equivalente no português do Brasil: abobrinha.)

É uma planta pertencente à família das cucurbitáceas, assim como a melancia, o melão, o pepino e a abóbora. Pertence ainda ao género das abóboras e costuma-se colher ainda verde.

Originou-se no continente americano, do Peru até o sul dos Estados Unidos. É um fruto de fácil digestão, rico em niacina, além de ser fonte de vitaminas do complexo B e possui pouca caloria.

Na forma que a adquiri, que nunca tinha visto, deram-lhe o nome de Curgete Spaghetti dado que o seu corte é mesmo do tipo esparguete.

Salteei em azeite com alho e cebola e ficou deliciosa para servir de guarnição a Folhados de Salsichas (com recheio de queijo), que fiz na hora.

© 04.Dez.2018

cropped-logonew03_transp.png

1 Obrigado, Thank you

Hoje não há receita…

… mas amanhã vou produzir duas receitas apropriadas para quem celebra esta época: Coscorões à Moda Antiga e Aletria Doce.

Para mim e para a minha filha, é o terceiro ano que deixámos de celebrar esta época por razões e motivos mais que pertinentes: falta de alegria, saudade de quem partiu e nos deixou o coração a sangrar, mais pobres financeiramente mercê não só da situação de desemprego de longa duração da Vera, como dos saques efectuados por este governo da geringonça, que segue o exemplo do anterior governo da caranguejola, no pagamento de impostos, nomeadamente do IRS, tendo sido roubado INTEGRALMENTE nos subsídios de férias e de natal deste ano para que a banca falida e aqueles que nunca trabalharam e efectuaram descontos, tenham os seus quinhões.

E fugindo à minha rotina caseira, hoje ganhei coragem e fui com a minha filha à Baixa a fim de captar umas imagens da iluminação desta época. Mas a paxorra já não é a mesma de antes, por vários motivos, e ainda tivemos de esperar que a iluminação pública acendesse, cerca das 17:30 horas, e tempos depois a iluminação pirilâmpica da época.

A última vez que fiz uma sessão deste tipo foi na companhia da minha esposa, com mais alegria, disposição e a tal paxorra que todo o fotógrafo precisa de ter para esperar que as pessoas passem frente à câmara porque senão é um fartote de cabeças na imagem…

Mas já deu, embora muito fraquinho, para ficar em vídeo para a posteridade. Vídeo em full HD 1080p, das ruas dos Fanqueiros, Augusta, Prata, Ouro, Rossio, Carmo e Praça da Figueira.

© 03.Dez.2018

cropped-logonew03_transp.png

1 Obrigado, Thank you

Rissóis de Legumes (Bimby – TM31)

Pois, é isto mesmo: Rissóis de Legumes! Depois de desalentado com a massa que saiu da receita dos Rolinhos de Salsicha Panados, andei a vasculhar e lembrei-me de desenterrar o Livro Básico da Bimby (TM31) que tem a receita da massa para rissóis. E como há muito não fazia uma receita no robot, vou experimentar para ver como sai esta massa, embora há 9 anos atrás tenha feito a mesma receita – Rissóis de Camarão. Ou mal ou bem, logo darei notícias…

© 17.Nov.2018

cropped-logonew03_transp.png

0

Hoje, falo eu…!!!

Andava eu a pesquisar por receitas no Google e deparei-me com um registo no Facebook que tem origem num(a) grunho(a) labrego(a) que deve ter pensado que eu ficaria lixado pelo gozo que me estava a fazer.

Pois a esse(a) labrego(a), sou como o macaco velho, tenho muito calo no olho do cu, não por andar a roçá-lo no chão como os macacos, mas por ter levado muito pontapé ao longo da vida.

Por isso, não é um(a) qualquer grunho(a) labrego(a) que me consegue por em ponto de rebuçado com umas graçolas produzidas na pocilga onde vive e onde costuma chafurdar.

As receitas que insiro neste Blogue (e em outros, alguns já descontinuados, outros abandonados), têm apenas a finalidade de matar o meu tempo livre e entreter-me principalmente com a fotografia e os vídeos que vou produzindo. As receitas, têm todas, sem excepção, a origem e os autores (em caixa própria e bem visível, não acessível a grunho(a)s labrego(a)s porque o coeficiente de inteligência desses animais é ZERO.

Não faço publicidade a produtos porque não me pagam para isso, estou-me completamente borrifando para que tenha muitos ou poucos visitantes e nenhum feedback, porque não ando aqui a publicitar o meu trabalho culinário para ganhar algum, embora caísse bem alguns tostões…

E pronto, se esse(a) grunho(a) labrego(a) chegar a ler este post, quero apenas dizer-te que vai à merda e podes continuar a chafurdar na tua pocilga à vontade.

25.Set.2018

0

2390: Salicórnia substitui cada vez mais o sal e já não é “coisa de chef”

Devido a diversos problemas técnicos, este Blogue vai sofrer um abrandamento de actualizações na área de receitas culinárias, podendo eventualmente continuar a serem publicadas novas receitas. Mas o artigo de hoje em apreço é o referido no título deste post.

Riafresh / Facebook
Salicórnia

A planta halófita comestível que cresce espontaneamente em zonas de sapal, como a Ria Formosa, no Algarve, é cada vez mais usada como uma alternativa ao sal e não só exclusivamente pelos chefs da alta cozinha.

Se antes era preciso ir a um restaurante ‘gourmet’ para saborear a salicórnia, usada em saladas, mas também em pratos de peixe, marisco ou carne, desde o ano passado que já é possível encontrar esta planta nas prateleiras de alguns supermercados do país.

Mais recentemente, desde o início deste ano, existem também saladas prontas a consumir já com salicórnia, dispensando a adição de sal, através de uma parceria entre um grupo dedicado aos produtos de quarta gama e uma empresa que produz aquela e outras plantas da Ria Formosa em estufas, junto a Faro.

“Na nossa salicórnia, por cada 100 gramas, existem dois gramas de sal, portanto, apenas 2%, e o nível de sódio é de 0,75 gramas”, explicou à Lusa Miguel Salazar, gerente da Ria Fresh e que começou a desenvolver projectos com plantas halófitas no Algarve em 2011.

Segundo o engenheiro agrónomo, os benefícios da salicórnia relativamente ao sal não se esgotam na capacidade de salgar os alimentos com menos sódio já que a planta “não é unicamente sal”, tendo outros minerais benéficos para a saúde como o cálcio, o potássio e o magnésio.

“Existem uma série de estudos que indicam que a salicórnia e outras plantas dos sapais têm também compostos com propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e até anti-diabéticas”, indicou.

Nascido em Espanha, mas a viver em Portugal há 17 anos, o engenheiro agrónomo sublinha que a composição da salicórnia proporciona não só um sabor salgado, como realça o sabor dos alimentos, fazendo com que perdure mais no palato.

Segundo Miguel Salazar, trata-se do sabor “umami”, palavra de origem japonesa, que em português significa delicioso ou saboroso, e que dá nome ao quinto sabor, para além do doce, amargo, ácido e salgado.

Para ser usada na confecção de pratos quentes e por se tratar de um vegetal muito hidratado, o ideal é adicionar a salicórnia à preparação já na parte final da cozedura, embora a planta não oxide, explicou.

Pedro Girão, director comercial da empresa, estima que, no total das nove plantas produzidas e comercializadas pela Ria Fresh, a produção deste ano se situe entre as 15 e as 17 toneladas.

No próximo ano esperam alcançar as 25 toneladas, estando já em curso a exportação para Espanha e Bélgica, com possibilidade de a operação vir a estender-se também à Inglaterra e Alemanha.

A salicórnia da Ria Fresh está actualmente à venda em superfícies comerciais do Porto, Coimbra, Lisboa e Algarve, onde, por enquanto, existe apenas um ponto de venda.

A empresa também já comercializa sal vegetal, que consiste em salicórnia desidratada, embora o produto ainda esteja em desenvolvimento, concluiu.

ZAP // Lusa

Por Lusa
13 Maio, 2018

0

2287: A partir de agora, fotografar o prato de comida tem outros motivos

Uma nova aplicação móvel para reconhecer instantaneamente os alimentos e simplificar o processo de contagem de calorias – basta fotografar o prato

O ritual da experiência gastronómica ganhou um novo elemento: Foodography. Nos últimos anos, fotografar o prato de comida e partilhá-lo nas redes sociais, tornou-se um hábito quotidiano para algumas pessoas. A moda de fotografar as refeições chegou e ficou, embora o seu auge já tenha passado, mas, de facto, já ninguém se espanta quando algum amigo puxa do smartphone do bolso para fotografar antes de apreciar o conteúdo.

A partir de agora há outro motivo (e mais saudável) para fotografar as refeições. Calorie Mama, é uma aplicação móvel que reconhece automaticamente os alimentos para simplificar o processo de contagem de calorias. Recorre à tecnologia de reconhecimento de imagem e inteligência artificial para identificar e monitorizar os alimentos que comemos. Além disso, também reconhece nutrientes como carboidratos, gordura, proteína, colesterol, fibra, entre outros.

Para aqueles que fazem dieta, é importante manter um registo da comida ingerida. Existem inúmeras aplicações para o efeito, mas, para a grande maioria, é necessário inserir os dados manualmente.

Em www.caloriemama.ai poderá aceder ao download da app, disponível gratuitamente para Android e iOS.

joaocosta@yap.pt

[powr-hit-counter id=32173d6b_1514153961078]

 

0

2217: Pizza de Batata (Parte II)

Ontem, inseri aqui a receita da Pizza de Batata a que posteriormente designei por Parte I dado que a Pizza foi preparada para duas pessoas e não levava um dos ingredientes (por não o ter em casa) da receita original que era o queijo Mozzarella Fresco, tendo utilizado Mozzarella ralado que normalmente utilizo para gratinar.

O resultado final foi mais agradável e a receita foi preparada da mesma forma da de ontem, por isso não vou repeti-la a não ser a utilização deste queijo fresco Mozzarella e as imagens de uma nova Pizza de Batata que preparei.

© 28.Out.2016

0-assinatura002
logotransp300

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[twitter_buttons display=tweet,follow,hashtag,mention]

0

2198: Capuccino

Há 9 anos comprei uma máquina de café expresso Nespresso, penso que foi a primeira. Um ano depois, comprei o Aeroccino, um equipamento da Nespresso para fazer capuccino ou seja, bater o leite e aquecê-lo para adicionar a café, chocolate, cacau por exemplo.

Aeroccino antigo
Aeroccino antigo

Desde o início da doença de minha esposa, deixei de o utilizar e hoje apeteceu-me beber um Capuccino e a máquina ainda funcionava apesar de ter estado parada todos estes anos.

Hoje, este modelo já está descontinuado na Nespresso, existindo outros modelos com outro tipo de tecnologia

aeroccino_newsnas cores prata, preto e vermelho. O meu é em inox, tipo cafeteira com pega, os novos não têm pega e o corpo é ondulado como se pode ver na imagem acima.

Existe ainda um outro modelo mais sofisticado (e mais caro cerca de € 10,00) que possui os comandos individuais na base da máquina, além da tradicional pega:aeroccino_transpMas como isto não é publicidade à marca Nespresso nem ao Aeroccino, apenas relembrar o passado, aqui fica o Capuccino feito para o meu lanche de hoje:

capuccinosão servidos?

© 29.Set.2016
0-assinatura002
logotransp300

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[twitter_buttons display=tweet,follow,hashtag,mention]

0

2147: Folhado de Frango com Alheira

Até agora, 22/06/2016~19:00 horas, não obtive qualquer contacto do serviço de apoio ao cliente do Jumbo Online, nem resposta ao e-mail que ontem também enviei no sentido de me informarem que tipo de preparação este artigo tinha. Não só é pura INCOMPETÊNCIA, com total DESPREZO pelos clientes!

Antecipadamente informo que este post é apenas um aviso à navegação, uma queixa contra um (mau) serviço prestado ao cliente do Jumbo Pão de Açúcar e, ao mesmo tempo, uma dica contra a falta de informação na etiqueta do produto sob título.

Hoje, chegou ao meu domicílio uma encomenda feita ontem ao Jumbo Online Pão de Açúcar, entre os vários artigos, uma embalagem de Folhados de Frango com Alheira. Analisada a embalagem para ver o modo de preparação, não continha nenhuma informação, ou seja, se era para forno e se sim, qual a temperatura e respectivo tempo como se pode constatar pela etiqueta colada na embalagem:

FolhadoFrangoAlheira01

A informação “Cozinhar bem antes de consumir” não diz absolutamente nada a ninguém.

Contactei o serviço de apoio ao cliente, expliquei a falta de informação e fui informado que seria contactado pelos serviços respectivos para darem a informação necessária.

Como passada mais de meia hora, não recebi qualquer informação, voltei a ligar de novo, a operadora era a mesma e informou-me que iria reforçar o pedido aos colegas. O facto é que eu pretendia estes folhados para o jantar e já estava mais que na hora de começar a prepará-lo.

Como não recebi mais nenhuma informação do serviço de “apoio” ao cliente, o que demonstra um total desprezo pelo atendimento ao cliente, resolvi arriscar a preparação e, num forno convector, regulei a temperatura para os 175ºC e programei 20 minutos no relógio.

FolhadoFrangoAlheira02

5 minutos antes de terminar este tempo, verifiquei que os folhados ainda não estavam bem douradinhos e aumentei a temperatura para os 200ºC e dei mais 5 minutos. O resultado foi este:

FolhadoFrangoAlheira03
FolhadoFrangoAlheira04

Apesar de todos estes percalços, os folhados são saborosos e uma unidade por pessoa é mais que suficiente para servir como prato principal acompanhado de uma guarnição a gosto, neste caso, utilizei uma salada mista.

© 21.Jun.2016

Actualização em 22.Jun.2016~20:43 horas:

Finalmente!!! obtive uma resposta do Jumbo online, VINTE E QUATRO HORAS DEPOIS, com uma desculpa mais que esfarrapada onde informam que “Foram efectuadas tentativas de contacto para informar como é a confecção do artigo, o numero disponível no seu registo encontra-se desligado“.

Nem o nº. esteve desligado, nem esteve indisponível, nem recebi qualquer contacto senão este e-mail às 20:43 de hoje, dia 22. Mas prosseguindo, a informação para a confecção destes folhados, segundo o “colaborador do mercado“, é a seguinte:

“colocar no forno a 160 graus por 20 min, pincelar com ovo, depois de 10 min voltar o folhado e voltar a pincelar e deixar dourar”.

Fica a nota.

0-assinatura002
logo04062016_300

Chili com Carne Rápido
recipes2 recipes2 2 dias ago

Preparação: 01.- Num tacho ao lume, deite a margarina, deixe derreter, junte a carne pi… Read More

Chili com Carne Rápido
Ovos Mexidos com Chouriço e Batatas Viúva
recipes2 recipes2 3 dias ago

Preparação: 01.- Descasque, lave, escorra, corte as batatas em quartos pequenos e temper… Read More

Ovos Mexidos com Chouriço e Batatas Viúva
Nacos de Soja com Grão e Feijão-verde
recipes2 recipes2 4 dias ago

Preparação: 01.- Num recipiente, ponha os nacos de soja em água morna, temperada com sal, dur… Read More

Nacos de Soja com Grão e Feijão-verde
Bolo para Aniversário
recipes2 recipes2 5 dias ago

Para a cobertura: - 1 lata de leite condensado - 5 colheres de sopa de chocolate em pó Pr… Read More

Bolo para Aniversário
Bifanas no Prato
recipes2 recipes2 5 dias ago

Preparação: 01.- Tempere as bifanas umas horas antes da preparação com sal, pimenta,… Read More

Bifanas no Prato

[yasr_visitor_votes size=”medium”]

[twitter_buttons display=tweet,follow,hashtag,mention]

0